quarta-feira, 30 de maio de 2012

foto-poesias


Mesmo sendo um pequeno caderno com apenas 24 páginas (edição artesanal...), a sua apresentação foi um momento único, na tarde de 19 de Maio.

Sei que o ambiente familiar, a amizade entre os presentes e a própria apresentação de Ermelinda Toscano, foram propícios à tal "magia", que nem sempre acontece.

Tanto eu como o Alberto Afonso ficámos muito agradados pelas palavras amigas e também pela vontade de declamar os vinte poemas (e também vinte fotografias, de Almada e Cacilhas...) da nossa autoria.

Houve vários poemas que foram lidos três vezes, um ou dois quatro, outros duas vezes, só um ou dois é que apenas foram declamados apenas uma vez...
Até houve estreias públicas, como foi o caso da Gena.

Que tarde bem passada, em especial para os autores.

2 comentários:

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Você descreveu o evento com tantos detalhes, que me senti como tendo estado no recinto. Vejo duas das fotos, imagino as poesias e as demais fotos!

Parabéns, Emme, extensivos ao Alberto Afonso.

Mary disse...

Parabéns fiquei curiosa em ler, rs
Bom domingo
beijos
Mary